25/02/14

Aos leitores...

 O poeta é comparado a um actor, tal como refere Luís Lima Barreto, passando a citar as suas palavras:
Para Pessoa, escrever um poema é reelaborar a emoção sentida em emoção intelectualizada e depois escrita. Um pouco como o trabalho do actor que representa e exprime intelectualmente emoções que não são as suas.

Olá caros amigos e amigas. Bem vindos!
Sintam-se à vontade (vontadinha!) de se perderem no tempo e quebrar a rotina. Entrem neste novo mundo! Tomem outra forma, outra figura, outra pessoa, mas sejam sempre vocês mesmos.
Lidem com os vossos problemas, liderem a vossa vida e tracem o vosso próprio destino.
«Onde há luz, há trevas» mas só a boa luz conseguimos enxergar o que realmente queremos.
Isto é um grito de guerra, um voto de confiança, uma mensagem de paz.
Abracem a guerra, a fome, o desconforto para conquistarem a paz, o prazer e o descanso!
E acima de tudo, riam, riam de tudo e nada, na tristeza ou no êxtase, na fúria ou no orgasmo...
PARAR É MORRER! Porque quem mais triste é, menos anda.

02/10/13

FML

(…) mas estou um bocado farto disto, é muito bom falar, conversar, mostrar, ensinar e até mesmo fazer… mas ninguém quer saber, só existem putos do suege, xungitas e barbies, só querem saber do dinheiro e da sua posição social, do seu trabalho e do seu lugar na pirâmide.
Ninguém entende que somos um só, tal como o conceito religioso de "Deus", -nós- somos essa Divindade, fazemos parte uns dos outros de igual para igual, tanto a nível genético como enérgico/espiritual.
E ninguém quer ouvir, ninguém quer saber, lutam todos pelo mesmo: o seu umbigo. 
De que importa ter amor (no seu conceito social) se só estão nisso pelo sexo?
De que interessa ser professor se os alunos não se interessam e de que interessa ser aluno se os professores são piores que eles?
Para quê ter um cargo elevado se for para tratar os outros a baixo de merda e para quê ter dinheiro se não é isso que te trás carácter?

Muda por ti e o resto muda. É muito bonito de se dizer, é altura é de saberes ouvir-te a dizer isso!!!

27/05/13

Burn

Conciso, preciso
necessito de paz
interior, o exterior
fazemos nós.

Nós, tu e eu
como quem fala
em cumplicidade
como quem falha
na sua felicidade

Perdão, desculpas
responsabilidades nulas
«Fumar o futuro até ao cartão»
ou pegar na tua mão

O meu tecto ou o meu chão?

Actuar, reagir, pensar, fugir
não, quero ou não quero?
Do inicio ao fim
parte de ti e de mim.

Fazemos assim, dou-te um beijo
tu lambes a mortalha
Eu rebento como cortejo
e tu matas-me na fornalha.

15/01/13

Message in a bottle

What was said, is said
What was felt, is there
Our needs and our deeds
the meanings to justify the ends

Simplicity is archieved
while our heartbeat sinchronizes with our minds
Without ego nor greed
we take what we chose to find

Take a moment to stop
and focus on yourself
You ain't at the bottom nor at the top
You're exactly where you want to be

Love and hate
give and take
It's never too soon
and it's never too late.

http://www.youtube.com/watch?v=cPh_9sRJycI

16/07/12

Dedicado

O início é sempre incerto
Mas o destino está correcto
Confia no que a mente sente

Não é superficial
Inexplicavelmente coerente
Tão banal e anormal

Despertar é alcançar
A energia é ardente
No esquecimento consciente

Esquecer o tempo e o real
Transformar o vento e sal
Acordar no irreal transforma o material. 

http://www.youtube.com/watch?v=15GOQWfpqYI&fs

17/01/12

Cycles 0.3

Seize the imperfection
search for the connection
a peaceful state of mind
a vision out'a sight

Come on, lie to me
I'll be what you wanna see
all the confusing lights
destroyers of the rights

That's the sollution!
forget the intention
the past wont stay
and tomorrow is another day.

26/02/11

Cycles 0.2

'Maybe this world is another planet's hell.' -Aldous Huxkley

Yet, I feel more and more like there ain't no heaven and hell, this is just it. The moment, the second, the tear and the smile, everything add up to a complex chaos in a simple mind. I'm tired already, and yet, I want more and more. Constant solutions cause constant problems, but I'm sad to be honest, because the problems ain't creating any solutions atm.
Life's a problem itself and, before you can even think about not giving a fuck about this or that, there's a long path to fill. Don't get me wrong, I like life and I like solving problems, yet I've got only one brain and there's too many riddles happening at the same time.
I find myself staring at the same PC screen, at the same pictures, listening to the same song over and over again for countless times. As the different situations are similiar and the time is countless, I wait for the break of this stupid routine. I choose my favorite analgesic and here I go again, hoping that this time it takes longer to break the spell.
But it turns out that the love for the pain is bigger than the love for the fun.
As I roam in a deeper state of frustration, I try to dream. Dream about a better place, dream about your face.

http://www.youtube.com/watch?v=B1zCN0YhW1s&feature=artistob&playnext=1&list=TLihrz5UQmBlE

22/02/11

Too sober.

It's hard to believe
Even harder to say
My appearance can deceive
But the feelings came to stay

Second intentions
Are made from double-actions
Maybe I don't understand
The meaning of blue and red

Now all I see is gray
As you and I fade away
Maybe in another time
I can write another line

http://www.youtube.com/watch?v=2A2XBoxtcUA

14/02/11

Happy Valentine's.

Uma tarde monótona
Uma ligeira alteração
Embrenha-te na conversa
E segue o coração

Viver é aprender
Alcançar e divertir
Abraça a oportunidade
E descobre como sorrir

Engraçado ou perdido
Pensar o que teria sido
Acordar é nascer
Não descansar até morrer

Perder medos
Encontrar segredos
Conseguir encantar
Saber gostar.

13/02/11

Deep inside.

Quando o certo é incerto
Ou o errado é correcto
Quando o drama é cómico
E o simples é complexo

Quando a água é fogo
Ou o frio é quente
Quando o preto é branco
E o que vemos, inexistente

Os meus olhos contradizem-me
As acções imunizam-me
Fico perplexo
Diante do teu reflexo

Um grito num sussurro
Uma palavra num silêncio
Um sorriso na tristeza
A imperfeita beleza.

http://www.youtube.com/watch?v=e2Ma4BvMUwU

11/02/11

Balance 0.1

Assusta-te, mas não fujas
Procura-te, mas não esqueças
Caminho certo ou incerto
Vira a curva

Olha para trás, mas anda em frente
Pára, mas não descanses
Visualiza o cruzamento
Mesmo que não exista

Uma diferença, uma igualdade
Terrível ou banal
A doce imperfeição
Ou a tardia perda do defeito

09/02/11

Mind Cookin'

What if? What if I went the other way? What if that day wasn't so cold? What If we didn't go? What if I turned my head, eyes, or body the other way? Should I regret or should I forget?
What if, that particular day, the word 'we' disappeared, or never appeared?
I wouldn't die, at least I hope not, but yet I died from doubt.
I still have 'em, we always have em, but yet, I don't feel like I do anymore.

Would you be here? Would you be you?
Wait, would I be here? More importantly, would I be me?

Wait, what was I saying?
What am I saying? Is it worth to?
It is worth.
Or it is not.
I dont know?
If I didn't, I wouldn't do it, yet, if I didn't I wouldn't know.

Existencial crisis? I wouldn't think so. Weird thoughts I would say, maybe.
I mean, I do what I feel like, when I feel like it. I don't follow the group... Or do I?

02/01/11

-update- Feelsgoodman!

Not that good.

Após algum tempo, estou de volta. Apesar de cliché, só perco tempo a postar algo quando não tenho lado para onde me virar na vida.

Anyways, dia 02/01/2011, a minha «passagem d'ano» foi um bocado seca (apesar da presença de uma das pessoas mais especiais na vida) e, anteriormente, o final do ano também não foi assim grande espiga. Bem, por hoje, deixo-vos um pequeno flash-back meu(e quem tiver paciencia para ler tudo é o meu ídolo).


27/06/10

Pretty Vacant.

Lost in the school
I look like a fool
Can't get away
That's what I say

I wont go home
That's what I thought
But, there is hope
I've got no class!

I'm free, at last
Gotta get away really fast
Give a beer and some weed
I'm out with all I need

Don't call me, I wont answer
Don't bother me, you're cancer
I'm going and there's nothing you can do
I'm screaming: FUCK YOU!

13/06/10

Maths.

Quando alguém 60 ao teu lado é porque 70 a levar-te para 1/4 no 1/2 de Lisboa e quer dizer '20 comer 100 prazer'.

10/06/10

Seventeen.



Viva aos dias bons! Viva à borga! Viva à vida!

Obrigadão por todos os moment... Espera aí, realmente estes ultímos dias foram mesmo só de bons momentos!
Ora portanto... Domingo fui ao leite (no pun intended, é um café u.u), segunda fomos ao estúdio, terça foram os meus anos (e consequentemente farra o dia todo) e ontem como foram os anos do stôr, só mesmo para acabar (por agora) em grande, outra bruta farra!

Não tenho nada a acrescentar, simplesmente um grande obrigado a todos e parabéns ao Ricardo.

08-06-2010 FTW!



03/06/10

Life.


(Está bem que não foi o melhor concerto deles e três pessoas apenas a fazer festa não é o melhor, mas é o que se arranja por isso mama e cala :C)

Wazz... Não, demasiado cliché...
E aí pess... Não, muito MGM...

Yoz, stá fixe ou quê ? (h)
Antes de tudo, WINDOW OF DENIAL FTW! Vim dum bruto concerto deles (para variar um bocadinho x)) e acreditem, tem força para dar e vender. (btw o video acima é dum dos primeiros concertos deles ;3)
 
Damn... As vidas que a volta dá... (esta frase não e minha por isso tem direitos de autor)
Sinto- me bué nostálgico neste momento. Ainda ontem era um puto (okay ainda sou but you know what I mean xD) e agora sou o que sou. Obviamente estamos sempre em crescimento e eu noto mais e mais isso. Coisas da adolescência né? x)

Nesta montanha russa tão complexa há que reconhecer que é sempre uma boa viagem. Por mais altos e baixos que haja, acabamos sempre por ficar no topo. Como party-animal oficial que aparentemente sou x), eu sei disso. Mas claro, não fazemos nada sem grandes amigos, grande família, boas garinas (no pun intended), boa música e, obviamente, a cerveja!

Por isso brindo (com a garrafa de cerveja imaginária na minha mão infelizmente xD) a tudo isso e a uma grande vida para ti, para mim, para todos! (não vou estar a dizer o verbo acho que já temos a primária feita x) *did you ger the joke, did you? Did you get it?... Aw fuck, fuck it! I'm out*)

18/05/10

Balance.

Perdi-me no vazio
Encontrei-me na razão
Esqueci o frio
E dei-te a mão

Amar é sempre belo
E o medo é o fim
Tira-me daqui
Liberta-me da solidão

O amor é uma perdição
Oh! Que doce tentação
Tal sentimento obscuro
Que domina o mundo

O equilíbrio é o desafio
E a verdadeira inquietação
Em mim um sim
Em ti um não.

09/05/10

Awaken.

Memories in my head
Images all around
Fears to be fed
And dreams to be found

Where's my brain?
When can I break down?
Where's my soul?
When will I wake up?

Make me smile
Make me cry
Make me fly
Make me fall

Can this be real
And make me ill?
Can this be fake
And make me awake?

16/04/10

Label me.

Procuro-te em vão
Perco-me na inexistência
Dá-me a tua mão
Apaga a minha experiência

Faz-me esquecer
Faz-me recomeçar
Prefiro não saber
Prefiro apagar

Apagar o conhecimento
A sabedoria
O acontecimento
Aquilo que sabia

Renascer
'Re-acordar'
Reviver
'Re-amar'

Uma reciclagem mental
Uma recriação corporal
Uma troca de consciência
O inicio da demência

Torna-me inútil
Ensina-me a ser fútil
Integra-me na sociedade
Leva-me toda a criatividade.

02/04/10

Short post is short.

Paint FTW!

Checka a imagem acima, brutal huh? Agora vais pegar no original e será a tua vez de preencher e de me enviar a tua vida via comment ou assim :p (e não penses que te escapas muahahahaha!)

(save image - edit it .make yourself. - upload it on www.tinypic.com - post html thingything on comment - done!)

18/03/10

I had better days.

Adoro ver os telejornais. São dos melhores programas de comédia da televisão portuguesa.
Quando tenho o azar de ter os meus pais a ver o que se passa neste mundinho só me dá vontade de rir.
Confusões, mortes, pobreza, ignorância... Será que todas as pessoas são ceguinhas?

Já não basta não resolverem os seus problemas entre eles, ainda têm de arrastar a nós, cidadãos com direito a viver a nossa vida (como escravos de um governo de merda)?

Sim, porque uma 'democracia' é muito bonita e quês mas, ao fim ao cabo, é apenas uma espécie de monarquia onde o povo se fode como de costume e os políticos(reis) juntamente com as igrejas(clero) estão muito bem lá no topo a cuspir para cima de nós.

Quem fala de governos e whatsoever, fala também em todo o lado: Familia, trabalho, escola, etc.
De cima para baixo, quem se fode sempre?
Os escravos, os 'mais fracos' (filhos, alunos, trabalhadores).

Motivo de tanta agressividade hoje? Exactamente este.
Estou farto de ser o 'súbdito', o 'fraco' ou o 'monte de merda'.
É altura de começar a berrar e acordar o pessoal:
EU COMO ALUNO, TRABALHADOR OU ADOLESCENTE NÃO SOU ESCRAVO ALGUM E TENHO TODO O DIREITO E MAIS ALGUM  DE SER TANTO COMO VOÇÊS 'SUPERIORES'!

(Bonus: algo que já deveria ter partilhado com voçês à mais tempo, checka se tiveres paciencia - http://www.zeitgeistmovie.com/)

(Ainda me pergunto porque é que ainda me chateio com o mundo, se só quero viver na minha paz e sossego (?))

15/03/10

Gostar vs. Preferir

Gostaria de ser tudo o que desejas e muito mais
Preferia que não fosses tudo o que eu desejo e muito mais
Gostaria de poder completar-te
Preferia que não pudesses completar-me

Gostaria de ser mais do que um amigo
Preferia ver-te como apenas uma amiga
Gostaria que só visses o meu sorriso
Preferia não estar vidrado no teu sorriso

Gostaria de ser diferente
Preferia que fosses diferente
Gostaria de transformar os sonhos em realidade
Preferia que a realidade fosse apenas um sonho

Gostaria de saber o que é te ter
Preferia não saber o que é te conhecer
Gostaria que o sentisses
Preferia não o sentir

Gostaria que soubesses
Preferia não saber
Gostaria que não fosses a minha sorte
Preferia apenas ter azar.

10/03/10

WHAT THE FUCK??!!!!!1


Espero bem que isto não seja uma alucinação provocada pelo meu mal estar ._.)

Passei bué mal a noite anterior... Ainda sinto o vómito a sair-me das entranhas e *blhaaaaaarg!*

Anyways, já estou pronto pra mais uma e volto em força para partilhar isto convosco...
É de mim, ou os japoneses fazem tudo mais estranho do que o suposto?

Se ainda não fugyzte do pc, aqui está a tradução
(Viste? Viste? Fugyz, fugiste... Ok I'm lame ._.)

"Lol... it's just a child song... translate:
If you're happy and you know it, clap your hair.
If you're happy and you know it, clap your hair.
If you're happy and you know it, then your face will surely show it
If you're happy and you know it, clap your hair."

Ou são eles que têm de deixar de se drogar ou sou eu que tenho de começar a fazê-lo...
(E acho que tenho mesmo de importar um champô daqueles xD)

(Btw, click me!)
Obrigado pela ideia Tiagão. 8D

Over and o...
*blhaaaaaaaarghh!*

06/03/10

Boring post is boring.


Como pudeste checkar no meu post anterior (e na imagem novinha em folha após o titulo desta coisa ao que se chama de 'blog do Fugyz') me has my talent back!
Confesso que enferrujei e desanimei após encarar os factos e reconhecer que a minha vocação não era de todo artes/desenho mas sim teatro e/ou cenas idênticas. (Sim porque eu estive em artes no ano passado e não me dei lá muito bem...) 

Anyways, (apesar da chuva) a minha semana foi um bocado seca. Não há nada de novo para contar e já nem as piadas do fim do mundo têm graça pois já é um assunto tão batido que mais um bocadinho e também se desintegra.

[Inserir barulho de palmas e de uma explosão horrivelmente grande logo aseguir aqui.]

Estou a tentar ter ideias para uma espécie de novo projecto e tornar todo este blog (and whatsoever) em algo mais interactivo e divertido, tanto para mim, como para vocês seguidores... (fds porquê seguidores? Até parece que isto já é uma religião ou assim ._.)

DIZ-ME QUE TENS UMA IDEIA POR FAVOR! (e que sabes onde comentar, convém né? x])

Bem, enquanto vou recuperar as horas de sono que me faltam e preparar-me para mais um dia de fazer nenhum, deixo-vos com um génio. [this link is fake and gay!]

Hasta la vista baby.
(I'll be back!)

02/03/10

Meet your ID, Ego and SuperEGO.

Este domingo estava eu super ocupado com a minha (não)vida no pc quando a Irina manda-me esta imagem -clica aqui pra veres uma imagem super mais fixe do que o meu desenho ali em cima- dentro de uma espécie de 'frame' criada por ela. Eu não gostei da cena dela e logo meti mãos ao trabalho (3 horas depois mais exactamente) para criar algo mais 'a la Fugyz'. x)

Após alguns votos e o meu poster a ganhar (claro), não sei qual será afixado pelo bar, corredores e afins da sua escola. (Sim, porque este projecto pertence à organização de uma palestra sobre psicologia a qual ela está a liderar.)

Anyways, após desenhar o meu bicho de 3 cabeças, 3 dias depois (e começo a achar que este número está a perseguir-me), pensei: espera ai, eu vi aquilo, criei o outro e desenhei isto, mas não faço a mínima ideia do que quer dizer...

Isto levou à minha pergunta e à tua provavelmente (ou pelo menos dos desentendidos da matéria tal como eu era antes de me meter no google xD): O que é o ID o Ego e o superEGO?

Muito bem, esta teoria foi criada por Sigmund Freud e, resumindo completamente, 'diz que':
O ID é identificado como todo o prazer da vida numa pessoa, ou seja, os seus instintos;
O Ego é o equilíbrio entre o ID e o SuperEGO;
O SuperEGO é a lógica, o raciocínio e a educação. Gere-se pelas responsabilidades e as 'leis'.

[Inserir conclusão mais filosófica do que o próprio Freud aqui.]

Btw, eu amo o meu ID!

25/02/10

Duas cabeças pensam melhor que uma.


(sintam-se á vontade de gritar WHAT THE F***?!! Também foi a minha primeira reacção)

Andava eu muito bem pra'qui a vaguear pelo youtube até que me deparei com este... este... Milagre da natureza (?)

Isto é tão errado! Não sou um ás a biologia mas até eu sei que isto não é suposto acontecer…

E se até mesmo eu que tenho ‘complexos’ comigo mesmo (signo Gémeos + meu ser = fucked up mind) imagino esta(s) duas!
Damn, isto leva-me a pensar em tantas e tantas e tantas perguntas… (btw, será que ela também tem o dobro do prazer? Like… You know…)

Whatever, só mais uma perguntinha para voçês: Fake and gay? Ou apenas algo (in)explicável?

23/02/10

De mim para mim.

Não vale a pena escrever,
É desnecessário falar.
Não importa descrever,
Basta relembrar.

Acorda, olha, pensa, compreende, vive.

Olha à tua volta,
Desiste!
Olha para ti,
Resiste!

Se tu não te importas, ninguém se importará.
Se tu não te preocupares, ninguém se preocupará.
Se tu não olhares, ninguém olhará.
Se tu não acordares, ninguém te acordará!

Tu já o sabes, mas insistes.
Tu reconheces, mas esqueces.
Tu sentes, mas não queres sentir.
Tu também entristeces, mas procuras sempre sorrir.

Acreditar?
Ver?
Preocupar?
Viver.

21/02/10

O pedido.

À cerca de uma hora (às 10:59 mais exactamente) a Íris fez-me um pedido. Aquele tão bem conhecido e tanto corrido pela boca do pessoal. (E não, não é 'casa comigo'. xD)
É a simples frase: 'fala-me de ti'. E damn, se isso é tão demasiado vago! ._.

No meio de tantos milhões e milhões de vivências, experiências e vidas, em todos os simples acontecimentos e conhecimentos, reconhecimentos, contactos e whatsoever sinto que esta simples questão é demasiado complicada de responder. Todos nós somos um num bilião e no meio de tanta coisa nunca conseguiremos resumir uma vida inteira quanto mais conta-la.

Mas claro, para variar um bocadinho, isto sou só eu a complicar uma coisa simples.

Anyways, de uma coisa eu tenho completa certeza: Mais ninguém pode ser igual a mim, igual a ti ou igual a qualquer outro.

(Guns N' Roses FTW!)

20/02/10

Isto é um jogo



Esta madrugada (após escrever o último post e filosofias à parte) meti-me a jogar Super Mario 64 no pc (que jogo mais épico) e fez-me pensar...
Este jogo acompanhou a minha infância nos momentos mais variados e (até mesmo agora) ainda me fascina tal como toda a gama de consolas e jogos que existem desde 1958 (google it) e o vasto mercado e empenho existente na produção de bonecos virtuais que lutam entre si, salvam princesas e correm com'ó caralho, entre muitas outras coisas.

Inútil ou não, até há alguns jogos educativos. E a quem não apetece por vezes dar um tiro ou outro pra descarregar alguma raiva? (:

Obrigado SEGA, Play Station, Nintendo, etc. Graças a voçês o mundo é um lugar mais divertido.
Over and out.

DO A BARREL ROLL!

20-02-10

Como voçês sabem hoje, dia vinte de Fevereiro de 2010 vai ser feita uma manif a prol do casamento gay em Lisboa.

Em discussão com algumas pessoas elaborei um pequeno texto (não se ofendam com a maneira de falar e algumas girias, é como eu falo e não vou mudar por mudar x))

"Basicamente alguém decide: ah e tal vamos fazer uma manif contra a religião e os fascistas que são anti-panascas!
O resto do pessoal (incluindo comunas provavelmente e anarcas) juntam-se a festa e ya bora lá foder o juízo ao governo e o cagelho, cagelho, cagelho e os nazis se quiserem que apareçam que lhes damos uma coça.
Depois não pensam: 1, é estúpido fazer manifs ou não (a meu ver) porque juntos fazemos a diferença = mentira porque o governo faz o que lhes interessa tal como a igreja e essas potencias principais + braços direitos e/ou esquerdos
e 2, pode acontecer merda da grossa pra quem esta envolvido, tá bem que nem todos têem amor a vida mas eu tenho foda-se x)"

Esta resposta faz-me pensar um bocadinho:

"R diz:
*sabes que houve mtas manifestaçoes que fizeram a diferença
*afinal tamos num pais democratico
Fugyz (B) Troca! diz:
*nota-se xD
R diz:
*se realmente n resultassem
*as pessoas n as fariam
*opá
*merda há sempre"

Agora por favor, corrijam-me como ela se estiver errado, mas essas manifestações não deram apenas fruto após muita merda e sangue derramado? Porquê desperdiçar a vida a pensar sequer nestes pequenos pormenores? Deixem lá o pessoal ser feliz à sua maneira mas não através de manifs e whatsoever. (E com isto não quero dizer que sou um ser conformista apenas quero viver e aproveitar o que me rodeia.)

A maior mudança começa primeiro dentro de nós e apenas após nos restantes.

(Nota: não sou ninguém para criticar alguém, mas sou ninguém para ser criticado por alguém.)